sexta-feira, 10 de outubro de 2008

A voz original...



















persigo, da fala, a plena expressão
da sala nunca aberta, o corredor
que nos conduza ao Verbo sem autor
e que traduza as coisas do porão.

mas como seduzir a sedução
e como, sendo ovelha, ser pastor,
se a fala, como falso condutor,
tem muitas e nenhuma direção?

Um comentário:

Kátia Cristina disse...

Seu blog está MUITO lindo!
Parabéns!!!!!!!!!!!!!!1